Sessões de Pujá

Encontro semanal Gratuito

Pujá é uma sessão complementar da Tameana que foi especialmente desenvolvida para grupos. A vibração dessas sessões, nos conecta e alinha com as frequências do Planeta, em constante transformação. Essas sessões são uma contribuição para o Planeta, elevando a frequência daqueles que escolhem acessar essa energia,

PU deriva de Purusha, que significa Eu Eterno e Já que vem de Janma, Luz do despertar. Uma prática que nos conduz ao despertar do Eu Eterno que nos habita.

Tameana é uma terapia vibracional canalizada por Juan Manuel Giordano, argentino e desenvolvedor do Human Vortex Project, a partir da Conexão Pleiadiana.

A prática gira em torno de dois pontos importantes: o primeiro é remover ou eliminar influências e superar as dores da vida para aprofundar em uma experiência espiritual. O segundo é a magnetização ou atração de circunstâncias favoráveis e desejáveis para nossa existência.

Pūjā traz ordem e equilíbrio a nossa existência

Nos encontramos todas as Quintas feiras no grupo do Whats App para esse encontro, se escolher participar, clique no link abaixo.

https://chat.whatsapp.com/FDXb0hfHaVu25GDbYL5dNv

Gratidão pela sua luz,

Eloá Enjoji.

DEPOIMENTOS:

Tameana Puja me trouxe de volta o “sentir”. Sentir a energia das pessoas, do lugares e dos acontecimentos. Gratidão eterna a essa técnica, e a Eloa por me apresentar

Calu Machado, 42 anos, fotógrafa, São Paulo

Honestamente, eu nunca tinha ouvido falar na terapia Tameana e me interessei muito justamente por ser algo novo para mim e até excêntrico, digamos assim, pela questão da conexão com as Plêiades. Desde a primeira vez tem sido muito interessante e revelador. Tenho participado das práticas com a Eloa em um grupo, de forma virtual. E, embora seja online, a canalização de energia é bastante intensa. A Eloa conduz o grupo com muita sensibilidade, sempre preocupada com o bem-estar de todos. Sinto-me mais conectada às minhas próprias energias e mais sensível ao mundo à minha volta. Toda semana é um processo de energização positivo que me fortalece e provê autoconhecimento”.

 Mônica Kikuti, 43 anos, jornalista, moradora de Guarulhos-SP

Boa tarde  Eloá e a todos ,

Estou escrevendo este depoimento sobre o Grupo de Puja e de Tameana criado  pela linda e iluminada  Eloá , que estou participando todas as quintas -feiras pelo whatssap . Conheci a Eloá por um grupo de amigas em comum no qual fazemos parte no whattsap e ela divulgou o Grupo de Puja . Eu me interessei muito , pois gosto muito e acredito muito  de estar em busca de Terapias , Encontros ,  Grupos  e Cursos que nos levam ao autoconhecimento , que nos levam a melhorar a nossa qualidade de vida em todos os aspectos . E tive contato pela primeira vez com Puja e Tameana  num momento delicado e tumualdo da minha vida , pois tive Covid , e estou em Isolamento no meu quarto , devido a taxa de Transmissão estar ainda alta  ( Teste de Sorologia ) , estou no  20 Dia de Isolamento . Está semana realizei um novo Teste . E Puja e Tameana foram e estão  sendo fundamentais e de grande importância para este momento do meu Eu  , da minha cura física ( já estou curada do Covid ) , mental , emocional e espiritual . Tenho participado de vários grupos como Reike , Mandala , Biblioterapia .

Muita gratidão de conhecer a Eloá e o seu Grupo .”

Sylvia Seelig, 47 anos, Campinas SP, professora

Foi a primeira sessão que eu pratiquei essa técnica, fiquei o dia todo com a minha pedra perto do corpo, fiquei o dia com pensamento positivo e pensando no que não queria mais. Um pouco antes da sessão, a pedrinha caiu, e não percebi. Quando a sessão acabou, eu percebi que ela tinha caído em um baú que eu tinha mexido antes. Eu pedi pra que saísse do meu corpo, uma dor no joelho esquerdo, eu não aguentava mais subir a escada. Saiu na ressonância que tinha algo no meu joelho desde a infância quando operei, eu não estava conseguindo andar e nem subir escada. Nosso encontro foi na quinta feira, na sexta, acordei boa. Fiquei com um pouco de insegurança ao acordar, mas acredita que parece que meu joelho esquerdo parou de doer? Nessa sexta feira, percorri a cidade toda pra comprar coisas pro meu neto, sem sentir dor nenhuma no joelho ( mesmo tendo caído o meu cristal na hora da sessão), acredita que hoje é domingo e não estou sentindo dor nenhuma no joelho? Eu só tenho a agradecer!” – transcrição de um áudio.

Ionar Oliveira de Araujo, 50 anos, Lauro de Freitas BA